antologicos:

"Angela, finalmente consegui comprar a bicicleta que nos faria conhecer metade do mundo. Depois de muito tempo consegui voltar na loja. A lembrança de te ver ali, parada, me quebraria as pernas. Eu te devo o mundo e o perdão por ele. Eu sei que você chorou quando fui embora. Eu tive a certeza disso quando me falaram que o seu portão estava enferrujado. Ontem a loucura me fez ouvir tua voz doente. Abri os olhos, olhei para o chão e vi uma foto tua. Aquela do inverno passado. Desliguei a TV e voltei a dormir. Angela, troca o portão e faz o café que amanhã eu chego com a bicicleta que nos fará chorar de rir".

Angela trocou o portão, fez o café, mexeu os pés e esperou.

15/09/2014

daydreams-of-an-insomniac:

Morrissey and a picture of James dean

Nota sobre ser anti social XXXII

Às vezes no meio de uma conversa, eu paro, fico estática, as pessoas me encaram como se eu fosse louca, então eu pisco e dou uma risada. Ninguém percebe, mas nesse momento me vem um turbilhão de pensamentos, e eu piro por alguns milésimos de segundo, seguro o choro até dar dor de garganta e me recomponho… ninguém nunca repara.

SANTOS, Ana Carolina.

theme